Sindicato dos Técnicos em Contabilidade e Contadores de Passo Fundo

Decreto Municipal traz incertezas

Decreto Municipal traz incertezas

Coronavírus:
Decreto Municipal traz incertezas aos profissionais da contabilidade

O prefeito municipal de Passo Fundo, Luciano Azevedo, decretou situação de emergência em face da pandemia de coronavírus.

O documento, publicado na tarde desta quinta-feira (19/3), prevê o fechamento do comércio local, bares, restaurantes, igrejas e casas noturnas. Segundo o decreto, serviços essenciais, como farmácias, supermercados e postos de combustíveis ficarão abertos à comunidade e funcionarão, também, pelo serviço de tele-entrega.

Conforme o presidente do SIndiCONTÁBIL Passo Fundo, Gustavo Ferres, a partir do decreto municipal, os proprietários de empresas estão ligando para seus contadores buscando informações de como proceder com seus colaboradores, muitos querendo dar férias coletivas.

Ferres explica que o decreto, não traz questões sobre o cumprimento de prazos e obrigações federais, estaduais e municipais.

O sindicato está cobrando de forma veemente um esclarecimento de como fica a questão do suporte a essas empresas, visto que o mesmo não foi consultado na elaboração de tal instrumento.